Encontro em Macapá vai abordar políticas públicas de saúde mental para jovens

Encontro em Macapá vai abordar políticas públicas de saúde mental para jovens

17 de abril de 2018 Off Por RGS

Encontro em Macapá vai abordar políticas públicas de saúde mental para jovens


Rodas de conversas, atividades culturais e palestras compõem a programação. Evento acontece no período de quarta-feira (18) a domingo (22), na Universidade do Estado do Amapá. Enjuv será realizado no Campus 1 da Ueap, no Centro de Macapá
Jorge Abreu/G1
Uma programação em Macapá quer reunir jovens para debater políticas públicas relacionadas à saúde mental, através de rodas de conversas, atividades culturais, palestras, entre outros. O evento inicia na quarta-feira (18) e segue até domingo (22), no campus um da Universidade do Estado do Amapá (Ueap).
O evento é a terceira edição do Encontro da Juventude LGBT Norte (Enjuv). Com o tema “O protagonismo da juventude LGBT: em defesa da democracia e das diversidades”, a proposta é ouvir relatos sobre a vivência de jovens de diferentes regiões e apresentar propostas.
Para um dos organizadores do evento, Renan Almeida, representante da União Nacional LGBT, o resultado pode colaborar com a diminuição do alto índice de suicídio registrado no Amapá. Ele acredita que falta mais incentivos para combater a falta de perspectiva em jovens.
“O Enjuv é um fórum de debate das juventudes da Amazônia. O foco principal é abordar essa realidade que o jovem enfrenta na região Norte. No fim do encontro, vamos ao Ministério Público apresentar nossas propostas de políticas públicas para prefeitura e governo”, disse.
Aberta a todos os públicos, a programação ocorre nos turnos da manhã, tarde e noite. Não é cobrada taxa de participação. Todas as atividades serão realizadas na Avenida Presidente Vargas, bairro Central.
Programação
Dia: 18 de abril (quarta-feira)
14h – Lançamento do livro “Diversidade e o campo da educação: relatos de pesquisas”;
14h30 – Mesa de debate: a política de fomento à pesquisa e a agenda de investigação em direitos humanos, gênero e sexualidade no Amapá | Debatedores: professora Mary de Fátima Guedes dos Santos (Fapeap), professor Antônio Sardinha (Unifap), Prof Rafael e Silva Lima (Ueap) e secretária Josiane Andréia Soares (Setec);
16h – Roda de conversa: identidades trans, políticas públicas, realidades e perspectivas | Palestrantes: Milena Passos e Maria Luiza Brito.
Dia: 19 de abril (quinta-feira)
9h – Apresentação: boas-vindas, dinâmica de integração;
9h30 – Oficinas de comunicação social e mídias alternativas | Palestrantes: Tamires Marinho dos Santos, Raelma Paz Silva e Henrique Madeiros Alves Fernandes;
9h45 – Coffee break;
10h – Roda de conversa: agenda de prevenção combinada e sua interface com a juventude LGBT | Palestrantes: Cleiton Eusébio, Felipe Paixão e Diego Calisto | Mediador: Jean Ribeiro;
12h – Almoço;
14h – Mesa de abertura: autoridades do estado e município;
14h – Curso sobre estigma e discriminação relacionados ao HIV | Palestrante: Cleiton Eusébio (Local: Faculdade Estácio);
15h30 – O protagonismo da juventude LGBT: em defesa da democracia e das diversidades | Palestrantes: Milena Passos e Walkiria Nictheroy;
16h45 – Coffee break;
17h30 – Roda de conversa: luta do movimento LGBT e das mulheres negras | Palestrantes: Walkiria Nictheroy, Andrey Lemos, Alzira Nogueira, Mariela Pereira e Ana Carolina.
Dia: 20 de abril (sexta-feira)
8h30 – 1ª Mostra Científica de estudos em gêneros e sexualidade;
8h30 – Roda de conversa: política de saúde mental | Palestrante: Pedro Paulo Gastalho de Bicalho, Aline Guimarães e Alane Senna;
10h30 – Coffee break;
12h – Almoço;
14h – Roda de conversa: Ministérios Público e juventudes | Palestrante: Alzira Nogueira;
15h45 – Coffee break
16h – Roda de conversa: comunicação sem estigma e discriminação: reconstruindo abordagens livres do preconceito | Palestrantes: Tamires Marinho dos Santos e Ana Girlene;
Dia: 21 de abril (sábado)
8h – 1ª Mostra científica de estudos em gênero e sexualidade;
8h – Minicurso: política de redução de danos | Palestrante: Marlon Araújo;
8h – Minicurso: brega e mulheres | Palestrante: Chayene Farias;
9h45 – Coffee break;
12h30 – Intervalo para almoço;
14h – Painel: direitos sexuais e direitos reprodutivos da juventude no contexto HIV/Aids e outras DST | Palestrantes: Diego Calisto, Simon Casal, Dorinaldo Malafaia e Priscila Doula;
15h45 – Coffee break;
16h – Painel: discorrendo sobre direitos fundamentais no Brasil e na América Latina | Palestrante: Simon Casal;
18h – Apresentação: Viada Cultural
Dia: 22 de abril (domingo)
8h – Elaboração da carta de princípios e metas do 3º Enjuv LGBT ao Ministério Público para recomendação as gestões públicas;
9h – Entrega do documento e aprovação em plenária.
Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!